FUNÇÃO MATERNA

“Uma mãe suficientemente boa, ou passavelmente boa, ou não excessivamente persecutória, é aquela que permitirá que seu infans e depois seu bebê sempre se encontre com o mundo como uma fonte que consolida a força de seu sentimento de existir e a força de seu desejo de viver. Em outras palavras, a função materna – função que pode ser exercida pelo pai – consiste em zelar para que a apresentação do mundo ao infans e depois ao bebê se dê de tal forma que ele possa encontrar o mundo de maneira criativa, harmoniosa”.

*
FUNCIÓN MATERNA | “Una madre suficientemente buena, o pasablemente buena, o no excesivamente persecutoria, es aquella que permitirá que su infans y después su bebé siempre se encuentre con el mundo como una fuente que consolida la fuerza de su sentimiento de existir y la fuerza de su deseo de vivir. En otras palabras, la función materna – función que puede ser ejercida por el padre – consiste en velar para que la presentación del mundo al infans y después al bebé se dé de tal forma que pueda encontrar el mundo de manera creativa, armoniosa”.

HEITOR O’DWYER DE MACEDO. CARTAS A UMA JOVEM PSICANALISTA. Tradução: Caroline V Nogueira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.