BABY BLUES

“No transcurso do pós-parto, a maioria das mulheres apresenta o que se denomina o baby blues ou depressão precoce do pós-parto. Esse estado, cuja etiologia parece escapar àquelas que dele sofrem, deve ser relacionado com o reconhecimento mútuo entre mãe e filho. Por volta do terceiro dia, a criança está ali, mas essa presença ainda tem de se inscrever material e socialmente. (…) Do ponto de vista do inconsciente da mãe, o baby blues pode ser entendido como uma reatualização dos lutos e separações de sua história. É como se as portas de todos os armários que contêm os cadáveres de sua história se abrissem simultaneamente. A carga afetiva ligada a essas rupturas, a esses não-ditos geralmente inconscientes, provoca uma espécie de aspiração psíquica da criança, que vem ocupar seu lugar como ser de linguagem. A partir daí, ele pode entrar em sua historicidade; a história está sempre atrás de nós”.

*

“En el transcurso del posparto, la mayoría de las mujeres presentan lo que se denomina el bebé blues o depresión precoz del posparto. Ese estado, cuya etiología parece escapar a las que sufren de él, debe estar relacionado con el reconocimiento mutuo entre madre y hijo. Alrededor del tercer día, el niño está allí, pero esa presencia aún tiene que inscribirse material y socialmente. (…) Desde el punto de vista del inconsciente de la madre, el bebé blues puede ser entendido como una reatualización de los lutos y las separaciones de su historia, es como si las puertas de todos los armarios que contienen los cadáveres de su historia se abrieran simultáneamente. La carga afectiva ligada a esas rupturas, a esos no acostados generalmente inconscientes, provoca una especie de aspiración psíquica del niño , que viene a ocupar su lugar como ser de lenguaje. A partir de ahí, él puede entrar en su historicidad, la historia está siempre detrás de nosotros “.

Myriam Szejer, A escuta psicanalítica dos bebês em maternidade. Tradução: Caroline V Nogueira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.