MATERNALIDADE

“A mãe engaja-se na maternidade com sua personalidade, com sua história pessoal (incluindo os fatores transgeração), sua história de cônjuge, bem como em função de eventos atuais. O processo de maternalidade é contínuo, dura a vida toda e cada novo filho vai reavivá-lo. O bebê que se desenvolve no seu ventre, a mãe o traz em sua cabeça há muito tempo, é o bebê das profundezas do seu ser, é o bebê do inconsciente materno (…)”.

*

“La madre se involucra en la maternidad con su personalidad, con su historia personal (incluyendo los factores de transgeneración), su historia de cónyuge, así como en función de los eventos actuales. El proceso de maternalidad es continuo, dura toda la vida y cada nuevo hijo va a reavivarlo. El bebé que se desarrolla en su vientre, la madre lo trae en su cabeza desde hace mucho tiempo, es el bebé de las profundidades de su ser, es el bebé del inconsciente materno (…).”

Maria Auxiliadora Gomes de Andrade, Tornar-se pai, tornar-se mãe: o processo de parentificação. Novos Olhares sobre a gestação e a criança até os 3 anos – saúde perinatal, educação e desenvolvimento do bebê. Tradução: Caroline V Nogueira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.